Teoria da relatividade. Foi um erro?

images

Na Inglaterra cientistas conseguiram transportar um pulso luminoso mais rápido que a velocidade da luz, o que em teoria não é possível.

As implicações dessas descobertas mudam totalmente nossa compreensão do Universo e confundem nossa lógica, acostumada à realidade do mundo tridimensional. Por exemplo: Um raio de luz emitido de um ponto qualquer, chegará ao seu destino antes de ter iniciado sua viagem. Isso seria a constatação prática de que o tempo não corre como uma flecha ou seja, de um presente para um futuro, mas sim ele é circular e eterno.

Na Itália outro grupo de cientistas afirma ter conseguido propagar microondas a uma velocidade 25% superior à da luz. Dizem eles que isso pode provar a possibilidade teórica de transmitir informação mais rápido do que a luz. Esses experimentos dos pesquisadores de Princeton são a mais recente constatação de que o mundo físico não funciona de acordo com o que pensamos e sentimos, nem com as convenções da física newtoniana. A ciência moderna está começando a perceber que as partículas subatômicas existem aparentemente em pelo menos dois lugares ao mesmo tempo.

Isso aproxima a ciência da possibilidade de explicar temas que até então limitam-se à filosofia, ficção, religiões, viagens no tempo, telepatia, universos paralelos, existência e imortalidade da alma e muitos outros. O que mais causa espécie e incomoda a mente dos cientistas é que, se a luz realmente puder viajar à frente do tempo, ela poderá transportar informação. Isso viria a quebrar um dos pilares básicos da física cartesiana, a da causalidade: a causa sempre tem de vir antes do efeito.

Já em Sidney, na Austrália, uma equipe de cientistas propôs que a velocidade da luz pode não ser uma constante, e dizem que é possível que a velocidade da luz tenha desacelerado durante bilhões de anos. Se tiver, os físicos terão que repensar muitos de seus princípios básicos sobre as leis do Universo.

– Isso significa abrir mão da equação E=mc² e de toda espécie de matéria – contou físico teórico Paul Davies, da Universidade de Macquarie, à Reuters. O trabalho está sendo publicado no periódico científico NATURE, da Inglaterra.

É incrível como um dos pilares da ciência está prestes a ruir e isso não torna os cientistas mais humildes quanto aos seus "dogmas". Talvez agora pensem com carinho na hipótese de termos visitantes de outras estrelas, galáxias e até mesmo outras dimensões. Quando vão reconhecer que tudo o que eles sabem é baseado em observações, e que ainda existe muito mais coisas que eles simplesmente desconhecem porque nunca observaram?!

images2

2 Respostas to “Teoria da relatividade. Foi um erro?”

  1. Gostaria de saber uma coisa:Desde quando o fato de um objeto desenvolver uma velocidade maior do que a luz o levará a viajar no tempo?Ponha os pés no chão e abandone esta teoria absurda.

  2. Thiago Says:

    A Relatividade de Einstein é um erro absurdo e muita gente sabe disso, porém não têm interesse em discutir isso com os fanáticos fãs do pseudo-cientista mais popular do mundo.
    Agora, isso não tem nada a ver com fisica classica e Newton.
    E o que é isso de viajar a frente do tempo, religião, visitantes de outra estrela??? O que foi? Faltou Gardenal na farmacia esse mês?.
    Fala sério.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: