As figuras de Bekmez

bene1 bene3 bene4 bene5

Estranhas figuras humanas que apareceram  sobre as pedras da cozinha da casa de Juan Pereira Sanchez, na cidadezinha de Belmez de Ia Moraleda, na Espanha, em 1971.A família Sanchez ficou intrigada e assustada quando a primeira figura começou a formar-se, cada dia mais nítida, sobre uma superfície de pedra; um dos filhos raspou a pedra com uma picareta, enchendo o buraco com cimento e areia. Mas, logo depois, uma segunda face apareceu perto do lugar da outra. A segunda face parecia um rosto agonizante, e assemelhava-se a uma pintura bizantina. Outras faces continuaram a aparecer.Os vizinhos passaram a visitar a casa para observar o fenômeno, e, quando a notícia correu, filas de visitantes esperavam a vez de entrar na casa para ver as figuras. Assim, a pedra onde formara-se a segunda face foi extraída de seu lugar, e colocada num corredor debaixo de uma placa de vidro.Por conselho do prefeito da cidade, o chão da cozinha foi escavado, descobrindo-se no subsolo grande quantidade de ossos humanos. Verificou-se, em seguida, que a casa foi construída num lugar que havia sido um cemitério.O caso foi investigado em 1972 pelo parapsicólogo espanhol German de Argumosa, que chegou a contar; sobre as pedras daquela cozinha, 18 faces diferentes. Mesmo quando esse pesquisador cobriu as pedras do chão com plástico transparente, novas faces continuaram a aparecer sob o tecido, embora os lacres que prendiam o plástico ao solo não fossem violados.

Foram também feitas gravações de vozes associadas com o fenômeno das faces de Belmez.

bene813 bene7

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: