Novos glifos em Santa Catarina

 Um dos primeiros a ver os círculos, o funcionário público Jorge Dal Zot novamente se abalou com o que viu. Ele mora a cerca de um quilômetro do terceiro círculo e acredita tratar-se de um contato extraterrestre.
5446337

Se a pequena Ipuaçu, Oeste de Santa Catarina, já andava agitada com a aparição de dois círculos nas lavouras de trigo e triticale (híbrido de trigo e centeio), nos próximos dias o movimento na cidade será bem maior. Isso porque um terceiro círculo, com cerca de seis metros de diâmetro, apareceu em uma outra lavoura de trigo do município.
Os proprietários da plantação colheram o trigo até as 22h de sábado. Deixaram as terras sem ter visto qualquer sinal na lavoura ou no céu. Voltaram ao local por volta das 9h deste domingo e notaram as estranhas figuras geométricas no trigo. Rapidamente, a área foi tomada por moradores e curiosos de outras cidades. Todos impressionados com os desenhos e tentando explicar as razões para o fenômeno.
— É muito complicado não acreditar que são seres de outro planeta na tentativa de nos passar uma mensagem, um contato. Fui ao local, tentei desdobrar as palhas, mas é impossível fazer com que elas voltem ao normal. Elas não retornam à posição original, mantém-se dobradas, arqueadas — contou Dal Zot.
O ufólogo Ademar José Gevaerd ainda não tinha visto o terceiro circulo de Ipuaçu. Conferiu o objeto somente pelas fotos. Ele pretende analisar in loco legitimidade ou a possível fraude.
— É cedo para saber o que é realmente. Pode ser uma fraude muito bem feita ou uma terceira mensagem de fato. É estranho porque os círculos normalmente aumentam a complexidade e o tamanho nas aparições seguintes, ao contrário deste último que apresenta uma redução de diâmetro de 20 para seis metros — observou Gevaerd.
Para o astrônomo Adolfoi Stonz Neto, do Grupo de Estudos do Planetário da Universidade Federal de Santa Catarina, o círculo continua se tratando de uma brincadeira dos agricultores e moradores da região, a exemplo do que aconteceu na Grã-Bretanha na década de 1980. No Velho Mundo, os produtores voltaram atrás e confessaram que produziram o objeto.
— Até a internet ensina como montar em lavouras de cereais tais círculos. Eles só aparecem nas culturas de grãos porque podem ser amassados com uma tábua. Por que não aparecem em plantações de batatas? — questionou o astrônomo.
Os dois primeiros círculos apareceram na madrugada do dia oito para o dia nove e mediam cerca de 20 metros de diâmetro. Ufólogos e astrônomos mais uma vez ficaram de lados opostos: legitimidade para uns e brincadeira para outros.
Na madrugada deste domingo, uma fraude envolvendo os círculos for verificada em Xanxerê, Oeste catarinense.

About these ads

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: